Gestão de negócios

Nome fantasia: como escolher um para sua empresa

Um nome forte e fácil de ser lembrado faz toda a diferença para o sucesso da sua empresa. Confira estas dicas na hora de escolher um nome fantasia.

Entre os muitos desafios que o empreendedor enfrenta na hora de criar um negócio, escolher o nome da sua empresa talvez seja um dos mais difíceis. Além da razão social, que está presente na documentação, também é preciso escolher um nome fantasia, aquele que ficará visível ao seu público.

Por ser o nome pelo qual sua empresa vai ser reconhecida, o nome fantasia deve ser forte e facilmente reconhecido. Dessa forma, fica mais fácil se destacar da concorrência e garantir que os clientes não confundam a sua empresa.

A ação de dar nome a uma marca é chamada de naming e deve levar em conta fatores como identidade, diferenciais, posicionamento e valores. E, como você já deve saber, escolher um nome que demonstre tantas características e ainda represente e dê vida ao seu sonho de empreendedor não é fácil. Por isso, separamos algumas dicas para te auxiliar na criação do nome perfeito para a sua empresa.

O que é nome fantasia?

Nome fantasia é o nome pelo qual sua empresa será identificada e memorizada pelo público. Também chamado de nome comercial, nome de marca ou nome de fachada, o nome fantasia está presente nos registros da empresa, assim como a razão social.

Este também é o nome que vai aparecer na fachada do seu negócio, em seus materiais de divulgação, anúncios e rótulos de produtos. Então, a escolha adequada desse nome pode contribuir diretamente para o sucesso do seu empreendimento.

Qual a diferença entre nome fantasia, razão social e marca?

A primeira coisa que você precisa saber na hora de escolher o nome fantasia da sua empresa é que ele é diferente da razão social e também não é o mesmo que marca, embora muitas pessoas confundam os conceitos. Vamos explicar a seguir cada um deles para que você possa entender melhor:

  • Razão social: é o nome registrado junto aos órgãos do governo e na Junta Comercial e usado em contratos, notas fiscais, escrituras e outros documentos. 
  • Marca: é todo sinal distintivo, visualmente perceptível, seja ele uma palavra, um desenho ou um símbolo, que identifica e distingue produtos e serviços.
  • Nome fantasia: é o nome comercial do seu negócio, pelo qual sua empresa será identificada pelo consumidor.

Agora ficou mais fácil? Então, é hora de colocar a criatividade à prova e escolher um nome de sucesso para a sua empresa.

Como escolher um bom nome fantasia?

Para começar, o que é um bom nome fantasia? Como você já descobriu, é esse nome que fará o público reconhecer sua empresa, então, ele precisa ser atrativo e despertar interesse sobre seu produto ou serviço. 

E, embora ele abra mais espaço para a criatividade do que a razão social, também deve ser claro e fácil de ser memorizado, afinal, o objetivo é que você seja lembrado. Então, nada de escolhas muito extravagantes ou complicadas.

Além disso, o nome fantasia deve estar alinhado ao seu posicionamento de mercado e à identidade visual da sua empresa. Se você segue uma linha mais conservadora, não faz sentido ter um nome muito moderninho; da mesma forma, se o seu foco é a inovação, um nome muito tradicional pode ficar um pouco contraditório. Pense além do nome: pense em um bom branding como forma de se destacar.

A seguir, sugerimos algumas ideias para você escolher um nome fantasia adequado ao seu negócio e que se torne uma referência para o seu público. Confira:

Faça um brainstorming

Com certeza, você já tem várias ideias na cabeça, então, é hora de colocá-las no papel. Anote todos os nomes que você gosta ou que fazem sentido para o seu negócio.

Se a escolha está difícil,  convide outras pessoas para te ajudar com um brainstorming, ou seja, uma “tempestade de ideias''. Anote também as sugestões delas e façam uma votação para definir o melhor nome. Assim, além de ter a contribuição de outras opiniões, você ainda envolve as pessoas na sua criação e faz com que elas se sintam parte.  

Seja claro e objetivo

Especialistas alertam: o nome ideal deve ser escrito exatamente da forma como se fala. Isso torna a memorização mais fácil e evita que as pessoas tenham dificuldade para pronunciá-lo. Por essa razão, nomes mais curtos também são mais indicados. 

Agora, se você quer um nome em outro idioma, avalie se a pronúncia e a escrita são relativamente conhecidas pelos brasileiros. Palavras estrangeiras que já caíram no uso popular e que não têm uma grafia complicada podem ser boas opções.

Diferencie-se da concorrência

Seja original e pense fora da caixa. Fuja de nomes que possam te confundir com um concorrente e lembre-se que você pode literalmente criar uma palavra para batizar a sua empresa. Quer um exemplo?  “Nike” é uma palavra que você não encontra no dicionário, mas que está muito presente na cabeça dos consumidores quando falamos em tênis, certo?

Mas, se essa for a sua opção, não esqueça da dica acima: mantenha o foco na clareza e facilidade do nome.

Pense grande

Pensar em como você quer estar no futuro é uma etapa importante para a escolha do seu nome fantasia. Com certeza, você quer crescer, se expandir e não esbarrar em limitações devido a uma escolha equivocada.

Por isso, mesmo que queira identificar seu ramo de atividade, evite especificar produtos junto ao seu nome fantasia, como “André Biscoitos” ou “Maria Cortinas”, para que o nome acompanhe uma ampliação da linha de produtos futuramente.

O mesmo vale para expressões muito regionais e nomes de bairros, por exemplo. Caso você expanda os negócios para outras cidades (ou até estados), seu nome vai se adaptar a outras culturas com mais facilidade. 

Já escolhi o nome fantasia. E agora?

Assim que você decidir qual nome fantasia vai usar, faça uma pesquisa de viabilidade para saber se ele está registrado por outra empresa ou se está disponível para registro. Essa pesquisa é feita pelo site do INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual), o órgão governamental responsável pelo registro de marcas e patentes no Brasil.

Caso o INPI informe que o nome está registrado ou em processo de registro, vale pensar em uma segunda opção, pois usar uma marca registrada por outros pode te trazer dores de cabeça no futuro, como processos por uso indevido, multas e até a perda do nome que você estiver usando. 

Se o nome estiver disponível e você quiser exclusividade sobre ele, pode entrar com um pedido de registro de marca e, assim, ele passa a ser uma propriedade sua.

Depois disso, avalie a compra de um domínio para o site da empresa e crie perfis nas redes sociais que têm a ver com o seu público para garantir o nome de usuário e aumentar sua visibilidade. Lembre-se que, hoje em dia, estar presente no meio digital não é mais uma opção, mas uma necessidade para empresas que querem voar mais alto.

Está pronto para ter um nome fantasia de sucesso?

Neste artigo, você viu várias ideias para te ajudar na escolha de um nome fantasia de sucesso para sua empresa, como avaliar o perfil do seu público e entender que tipo de nome faz sentido para o seu produto ou serviço. Pesquisar se o nome que você quer usar já não pertence oficialmente a outra empresa também é importante para evitar transtornos e prejuízos financeiros.

Agora, é hora de usar a criatividade e dar um nome que represente bem o seu negócio e o fortaleça no mercado. Afinal, um nome marcante e com potencial, aliado a uma gestão estruturada e eficiente, pode contribuir positivamente para os negócios. 

Para te ajudar nesse processo de crescimento, a DIGISAN oferece soluções seguras e descomplicadas, com um emissor de notas fiscais ágil e com excelente custo-benefício para você iniciar suas atividades com as contas em dia.

Entre em contato e solicite um teste grátis do emissor de notas fiscais DIGISAN.

Você também pode gostar de ler:

Você também pode gostar

Voltar ao blog